E aí pessoal beleza? Leandro Bueno Contador.

Hoje eu vim aqui ensinar você, falar com você a respeito de uma análise financeira você sabe fazer uma análise financeira, você sabe olhar o seu negócio, você sabe identificar os gaps que tem no seu negócio aí, onde pode levá-lo para falência, para o enterro do seu negócio? Não? Então acompanha esse vídeo.

Análise financeira nada mais é do que você olhar o seu fluxo de caixa, você olhar toda entrada e saída do seu negócio, você olhar ele dividido por centro de custo, por despesas operacionais, despesas financeiras, despesas administrativas, despesas comerciais e resultado líquido. Análise financeira é você enxergar lúcido, da lucidez, da claridade, da clarividência do que está acontecendo com o seu negócio. Muitos empresários acabam fechando o seu negócio porque não tem uma análise financeira que dê suporte para ele, não tem uma DRE, não tem uma projeção financeira, não tem nenhum tipo de análise propriamente dito, então muitas vezes as pessoas acabam achando que quebrou por causa do imposto, achando que quebrou porque não vende, achando que quebrou porque isso, porque aquilo.

Para você ter uma ideia, uma análise financeira pode diagnosticar o risco que você está tendo ao vender mais. Caramba Leandro!, mas eu tô vendendo muito aqui, cada vez eu vendo mais, então cada vez você pode estar aumentando mais ainda seu prejuízo financeiro, uma vez que o seu ponto de venda e o seu centro de custos aí, a sua análise de custo de venda, na verdade não está de acordo, não está inerente ao seu negócio, não está nem fechando a conta, não está pagando o seu ponto de equilíbrio, então é importante ter essa análise financeira aí no seu negócio cara. Ah mas é o básico, sim, é o básico e muita gente acaba esquecendo do básico,  querendo fazer um site mega máster blaster, querendo ter o melhor vendedor, querendo ter o melhor comprador, a melhor equipe e não faz uma análise básica do seu financeiro. Se você não tá fazendo essa análise básica do seu financeiro, muito cuidado cara, porque tão importante quanto olhar o financeiro seria você ano a ano olhar o seu exame sanguíneo, né, como é que está o seu exame sanguíneo, como é que estão os índices do seu sangue, os glóbulos vermelhos. Não sou médico, não entendo nada disso, mas eu sei que se o meu colesterol está alto eu preciso fazer alguma coisa para mexer nele, se a sua despesa financeira tá acima de 5% você precisa fazer uma coisa para mexer nela, sua despesa com pessoas, você é uma indústria, sua despesa com pessoas está acima de 15/18%, a média de mercado é isso, você precisa fazer alguma coisa para mexer, se o seu CPV tá cheio, acima de 40%, 50, 60% pelo amor de Deus! Parem as máquinas! Você precisa fazer algo imediatamente! É para isso que a análise financeira serve, para você ficar olhando fatos passados, para projetar o seu futuro para, projetar a DRE, o seu resultado e se você não sabe fazer uma análise financeira, você não tem uma DRE, você não tem alguém que te dê esse tipo de suporte aí, sobre o está acontecendo no seu negócio, eu tenho como resolver esse problema, eu tenho como ajudar você. Manda um e-mail, manda o e-mail para mim, manda um sinal de fumaça, manda um WhatsApp, aqui ó tem whatsapp, meu e-mail, meu site, meu blog, meu Facebook, não tem como você não me achar. Leandro mas eu falei com você, não consegui… mentira! Mentira! Todo mundo fala comigo, até o Presidente da República fala comigo, porque que você não vai conseguir? Mentira, o presidente não fala, mas muita gente consegue falar comigo, você não consegue? Manda um e-mail aqui, no WhatsApp, que eu vou ajudar você a fazer a análise financeira, eu tenho ferramentas aqui, eu tenho ferramenta suficiente para te dar esse suporte, essa análise.

Curte comenta compartilha se escreve aqui no meu canal e me manda um e-mail pra gente analisar junto esse seu negócio.

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!

E aí pessoal beleza? Leandro Bueno Contador!

Hoje eu vou falar com você que tá empreendendo no mundo dos negócios, na verdade que está entrando, para começar a empreender nos mundos de negócios, Qual é o melhor modelo jurídico para o meu negócio individual ou Eirelli sabe qual que é? Então acompanha esse vídeo.

A diferença básica entre e o individual Eirelli (empresa individual de responsabilidade limitada) é a seguinte, quando você vai abrir um negócio e você não tem sócio, você é sozinho, você toca o negócio sozinho enfim, você vai montar sem sócio aí, você não se dá bem com sociedade, você não precisa de ninguém, você vai montar sozinho, você tem dois modelos a se começar esse negócio, individual ou Eirelli. No individual você não segue algumas regras que tem específicas para o modelo do Eirelli, por exemplo, a cota de capital social mínima que se fala está em 100 salários mínimos.  Hoje, em Maio está em R$ 95.600, então o individual não segue essa regra do capital social, todavia para o individual quando você abre a sua empresa e se você tem, por exemplo, algum problema trabalhista, algum problema cível, a descaracterização da personalidade jurídica pro individual é mais rápido, ou seja, ele ficou devendo um processo trabalhista lá e os caras vão para sua pessoa física rapidinho, então eu sugiro que se você tem, ou vai investir, vai abrir um negócio aí com pelo menos R$ 100.000 de capital, você use a Eirelli (empresa individual de responsabilidade limitada), que ela é equiparada a uma limitada como outra qualquer. Isso faz com que você blinde melhor, assim por dizer, o risco de caracterização da personalidade jurídica, beleza? Eu não sou advogado, deixa eu deixar isso bem claro aqui, mas isso é conhecimento básico para quem vai constituir uma empresa. O contador que vai constituir a sua empresa, ele tem que saber isso aí.

Se você não sabia, curte, comenta, compartilha esse vídeo aí, manda para todo mundo que precisa abrir uma empresa, e se você está nessa pegada aí, você precisa abrir uma empresa, você não sabe como abrir uma consultoria, você precisa de uma pessoa próxima a você e você precisa de alguém que realmente te dê o direcionamento nessa parte pré constitutiva antes de abrir, antes de abrir as portas, me manda um e-mail, me manda e-mail, tem meu e-mail aqui no link aqui embaixo, eu terei o maior prazer em atendê-lo e poder ajudar você a constitui o seu negócio. E se não está pensando agora, daqui 2 3 5 anos, não tem problema, continua acompanhando o meu canal aí, aproveita e se inscreve aqui no meu canal e deixe seus comentários aí, dá um joinha! Compartilhe com todo mundo!

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!

E aí pessoal beleza? Leandro Bueno Contador!

Hoje eu vim aqui falar com você que já empreende ou que tá pensando em empreender. Qual que é o valor ideal Leandro para o meu capital de giro? Qual que é o valor ideal para que o meu negócio se sustente enquanto ele não fatura, ou se se deixar de faturar por algum mês?  Não sabe? Então acompanha esse vídeo.

Capital de giro, capital de giro o nome mesmo já diz, é um capital para girar o meu negócio. É um capital onde o meu negócio vai se auto-sustentar independente de vendas, ou mesmo se eu vender por exemplo, agora no mês de maio e for receber em junho, julho, agosto, eu preciso de um dinheiro no caixa para sustentar esse negócio, para pagar as contas, para fechar a conta no azul, e para que você tenha ideia de quanto que você precisa de capital de giro você tem que olhar primeiro para suas despesas, seus custos fixos e para os seus custos variáveis.

O custo fixo é aquilo que você paga faça chuva ou faça sol, abriu as portas estou pagando, se eu não for lá eu estou pagando. Sabe aquela casa da praia que você não vai, que você só vai no Natal, no Ano Novo, no Carnaval, mas que mesmo assim todo mês você vai pagar uma continha sei lá, de internet, de condomínio, de água, de luz, pois bem é assim para empresa. Mesmo você não vendendo, você tem aquela conta, então isso a gente chama de custo fixo. O variável ele varia conforme a sua venda.

Bom o que eu quero dizer para vocês aqui é o seguinte, com relação à sua necessidade de capital de giro, muitas empresas quebram por falta gestão de capital de giro, você não tem um capital de giro para gerenciar esse negócio, caso haja uma sazonalidade nas vendas isso vai ser um problema para você lá na frente. Então Leandro, mas como é que eu faço essa conta, se eu não sei quanto eu vou vender? Como é que eu faço? Vou te dar um norte aqui, anota essa ideia de um milhão de dólares para você não quebrar daqui há 2 anos, e não vir chorar depois do leite derramado. Coloca pelo menos, tenha na cabeça que pelo menos duas vezes o seu faturamento bruto, de uma a duas vezes, no um e meio, mas pelo menos o ideal, mundo ideal, duas vezes o seu faturamento bruto você tem que ter na sua conta corrente aí como capital de giro, ou seja, você vai aguentar 60 dias sem sofrimento, sem sofrência, sem pegar dinheiro com banco, sem pegar dinheiro emprestado, sem necessidade de cobrir esse capital de giro de alguma outra forma.

Mas cara, então se você acha que uma empresa é só colocar móveis e equipamentos, máquinas e utensílios, estoque e por para vender, ledo engano. O capital de giro hoje ele representa uma boa parte de uma boa gestão do seu negócio. Não sei de percentual quanto, mas um capital de giro bem gerido é uma empresa com saúde, uma empresa saudável, empresa bem gerida, bem administrada, e se você não sabe ainda, quer mais detalhes sobre o que é capital de giro, se você não está a contento aí com o que você tem recebido hoje nesse tipo de consultoria, me manda um e-mail, manda um e-mail aqui para mim, só fica assistindo meus vídeos, manda um e-mail aqui agora, esse e-mail que tem aqui embaixo desse vídeo, onde eu vou falar para você olhando o seu capital de giro, eu tenho um sistema onde ele analisa melhor o seu capital de giro, seu fluxo de caixa, suas análises financeiras, eu dou uma olhada com carinho para você e você vai se sentir amparado no que se refere à capital de giro.

Curte, comenta, compartilha aí com todo mundo manda para seus amigos manda o seu cunhado que acha que o negócio não precisa de capital de giro manda para todo mundo aí que precisa entender o básico da necessidade de capital de giro.

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!

E aí pessoal beleza? Leandro Bueno, Contador!

Hoje eu vim falar com você que ainda acha que dá para dar um jeitinho na folha de pagamento, no cadastro de funcionários, no registro de funcionários, nas férias, na demissão, no 13º desses seus funcionários aí, depois do e-Social você acha que ainda dá para dar um jeitinho em tudo, você acha que seu contador vai dar um jeitinho em tudo? Então acompanha esse vídeo.

Com a implantação do e-Social que começa a entrar em vigor efetivamente agora a partir de 1º de julho, na verdade ele já começou lá desde janeiro, fevereiro para as grandes corporações, e para 98% das empresas em todo o restante do país vai entrar agora a partir de 1º de julho, as fases do e-Social. E aí muita gente tá igual caviar né, você que é empresário, aí você empresário está igual caviar né, já ouviu falar mas nunca viu.

O e-Social vai trazer a CLT de uma forma eletrônica, todas as obrigações que você tem quanto admissão, demissão, férias, décimo terceiro, benefícios no que se refere à forma eletrônica, e também a outros cruzamentos. Mas o caso aqui agora é fazer com que você entenda meu camarada, que acabou o jeitinho, acabou o jeitinho, não dá mais, é impossível você querer fazer qualquer tipo de contravenção contra a CLT, eu mesmo aqui, eu tenho que admitir que eu mesmo aqui no escritório já esqueci de registrar um funcionário, casa de ferreiro… Esqueci, o cara começou aqui na terça-feira e eu acabei registrando na quarta, sei lá, esqueci por um dia, por exemplo. Agora com a implantação do e-Social eu vou tomar uma multa sobre isso, não posso mais permitir que um ser humano pise e o pé na minha empresa sem que ele esteja devidamente registrado no e-Social.

Então com o e-Social, todos os jeitinhos que havia anteriormente com relação a férias, você vai comunicar as férias com aviso prévio de 30 dias, você acabava comunicando o camarada vai amanhã, ou então o seu funcionário chegava e falava Leandro eu tenho um negócio urgente para resolver, preciso de férias para amanhã, não dá mais acabou, beleza? Quer sair de férias amanhã sendo que eu teria que ter te avisado 30 dias antes, você paga a multa e você sai de férias amanhã sem problema nenhum. Então o e-Social veio para acabar com esses jeitinhos, na verdade eu penso que o e-Social, depois de 5 anos de implantação aí, ele vai melhorar 99% dos processos burocráticos das relações da CLT. A nova CLT veio com muitas mudanças e o e-Social é um dos divisores de águas no que se refere às relações trabalhistas. A GEFIP aconteceu em 99, anteriormente veio a CLT em 1943, depois o segundo divisor de águas foi a GEFIP em 99, e agora o e-Social em 2018.

Cara eu sou muito fã do e-Social, eu realmente acredito no projeto e-Social porque aqueles empresários, aqueles empreendedores, dito empresário, dito empreendedores que sempre davam um jeitinho para economizar de uma forma ou outra, ilícita ou não no que se refere às relações trabalhistas, acabou amigão, acabou sua mamata, você não tem mais como fazer nada! Ah! Mas Leandro e a relação empregado-empregador no que se refere a parte PJ, B2B, talvez… Tudo! Vai pegar tudo de tudo, a forma de pagamento, e não vai pegar só na folha de pagamento, não vai pegar só no Departamento Pessoal propriamente dito, eles têm correlações com Fiscal, tem correlações com o Contábil, tem correlações com a movimentação financeira, ou seja, acabou o jeitinho, eu sinto lhe dizer que se você não fecha a sua conta, se você não registrar os seus funcionários, amigão, então você tem ferro aí? Então fecha a sua empresa, que a partir de 1º de julho você vai fechar.

Gostou desse vídeo? Curte, comenta, compartilha com seus amigos, aproveita se inscreve aqui no meu canal, aciona o sininho aí não sei das quantas, que vai te notificar toda vez que eu mandar um vídeo novo, e tem vídeo novo todo dia! Se inscreve no meu canal, aproveita e começa a ficar de olho no e-Social, até rimou…

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!

E aí pessoal beleza? Leandro Bueno!

Hoje eu vim aqui falar com você que não achou ainda o seu ponto comercial. Leandro, afinal de contas como definir um ponto comercial para o meu negócio? Não sabe, não sabe mesmo? Então acompanha esse vídeo aí.

Ponto comercial para você que vai montar uma loja física, para você que depende dos transeuntes que estão passando na frente da fachada entrarem no seu negócio, é uma das coisas mais importantes no passo do plano de negócio, é uma das coisas mais importantes que tem n seu negócio, meu camarada. Se você não está na Avenida Google, se você não está na Avenida Internet, você tem que estar numa Avenida fora, fora da curva, você tem que estar numa avenida boa, num lugar bom, num entendimento que vá trazer o retorno para o seu negócio, na questão de pessoas passantes, se o seu público alvo está ali, isso é o básico, isso todo mundo já sabe. Mas qual é o pulo do gato para eu escolher o meu ponto comercial? Vejamos, se você vai montar uma loja de roupa para classe C, para mulheres de 25 a 35 anos, para donas de casa né, aonde você vai acha que você tem que montar, onde essas pessoas estão, amigão. Então na verdade o ponto comercial se determina com a identificação de quem é o seu público alvo, de quem é o seu público-alvo. Aqui em São Bernardo do Campo tem uma rua que chama Rua Jurubatuba, nessa rua tem um monte de lojas de móveis uma do lado da outra, e as vezes as pessoas falam, lá já tem um monte de loja de móveis eu não vou montar uma lá, cara é lá que você tem que montar. Na Santa Efigênia, você conhece a Santa Efigênia aqui em São Paulo, você sabe que lá tem 400 lojas de informática, 400 não, acho que tem umas 4.000 lojas; onde é que eu tenho que montar uma loja de informática? Procurando onde já tem, porque vai estar ali como referência no seu segmento de mouse. Você só vende mouse, eu sou especialista em mouse, por exemplo, entender que não necessariamente onde estão seus concorrentes é que você não precisa estar. Ah não lá só tem loja de móveis, então eu vou montar uma loja de roupa ali porque aí… Quem vai ali na rua Jurubatuba não vai atrás de loja de roupa vai atrás de loja de móveis.

Identificar o seu perfil de cliente, identificar no ponto a relação de concorrência, se tem proximidade, se tem outros concorrentes que podem amanhã ou depois se tornar parceiros, identificar ao seu público-alvo no que se refere à Classe A B e C, para você também trabalhar esse ponto nesse sentido, e principalmente identificar a relação do aluguel versus faturamento. Esse é um ponto importante, anota aí, anota essa dica de um milhão de dólares! Se você vai alugar um imóvel para montar o seu negócio, e este aluguel custa R$ 5.000, você tem que faturar no mínimo de R$ 80 a R$ 100.000 cara, porque o aluguel não pode passar, não pode passar de 5% do custo do seu negócio, do custo de faturamento, ou seja, eu faturo R$ 100.000, eu pago R$ 5.000 de aluguel, beleza tá dentro, mais que isso já inviabiliza o seu negócio porque tem uma série de coisas que você tem que pagar, você tem o CMV, que é custo das mercadorias vendidas, e no comércio gira em torno de 40 a 60%, na média 50%, aí você tem despesas administrativas, despesas financeiras, despesas operacionais, você tem despesas com folha, você tem contador, você tem imposto, tem uma série de coisas aí que não vai fechar a conta se o seu aluguel for mais que 5% beleza?

Então esses três tópicos aí que eu queria passar para você, a relação do custo do aluguel versus faturamento, a determinação do seu público-alvo, ou quer dizer onde está, enxerguei classe A, B, C, enxerguei se é homem e mulher, criança, adulto e idoso, enxerguei se eles passam por aqui, tem passagem desse tipo de pessoa por aqui, tem passagem, e a terceira questão não menos importante, a questão de você ter ali naquela determinada região outras empresas do mesmo segmento. Cara você pensa que não, mas isso é muito importante; não, eu vou montar um bar aqui porque aqui não tem nenhum! Caramba, você é o rei da cocada preta, então só você que vai montar um bar num lugar onde não tem nenhum bar, e você vai bombar, porque não tem nenhum bar. Cara se ninguém teve essa ideia de montar um bar ali, é porque algum problema tem nesse lugar, presta atenção, olha onde você tá aí, no seu bairro aí na sua cidade. Você descobriu a oitava maravilha do mundo, agora vai ficar milionário! Calma, pensa bem a respeito desse ponto, se não tem nada igual ao seu negócio é porque alguma coisa tem de errado, beleza?

Esse é o recado que eu queria dar para você aí, e se você gostou desse vídeo, curte, comenta, compartilha, se inscreve aqui no meu canal, só fica assistindo aí, se inscreve aqui no meu canal pô! Se inscreve no meu canal, e me manda um e-mail para eu te ajudar com outros problemas contábeis, fiscais e trabalhistas. Se você tá procurando um ponto ainda, você também vai ter esse tipo de problema.

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!

E aí pessoal beleza?

Leandro Bueno, hoje eu vim aqui falar com vocês, que hoje é sexta-feira, nós estamos em Véspera de Dia das Mães, e eu quero dar um recado para você que é mãe, para minha mãe, para sua avó, para sua bisavó. Quer saber qual é o recado? Então confere esse vídeo aqui.

Eu morei aqui na no bairro da Paulicéia mudei para cá meados de 1981, eu nasci em 78 na Vila Califórnia, eu lembro-me bem quando eu morava ainda na Vila Califórnia, região aqui da Vila Prudente na Zona Leste de São Paulo, minha mãe me levava todos os dias para escola, minha mãe me levava todo dia para escolinha lá, eu lembro bem como se fosse hoje, toda vez que ela me deixava na porta na entrada da escola eu chorava, chorava, chorava, chorava muito, muito, muito. Eu vim morar aqui na Paulicéia como estava dizendo para vocês, eu vim morar aqui na Paulicéia ela me levava na escola aqui, o Júlio Atlas, na época eu chorava, chorava, chorava muito porque eu queria ficar com ela, depois os anos foram se passando e aos 7 anos, ela sempre precisando trabalhar, eu sou filho de mãe solteira né, então minha mãe teve um relacionamento extraconjugal e acabei vindo ao mundo, então eu sou filho único, tenho uma irmã por parte de pai, mas eu sou filho único vivo de mãe solteira. E aí ao longos dos anos, foi estreitando essa relação com a minha mãe, cada  vez mais próximo, uma relação bem de parceria mesmo, entende?  Aos 9 anos de idade, 8, 9 anos de idade, eu falei para ela mãe, eu preciso trabalhar porque eu preciso te ajudar a colocar comida em casa, eu preciso te ajudar de alguma forma aqui. E aí essa relação foi se estreitando cada vez mais, nós moramos juntos aí até os 20 e 21 anos de idade aproximadamente, que foi quando eu me casei pela primeira vez, e sempre tive ela muito próximo de mim.

Todas as vezes que eu estava com alguma dúvida fatal, crucial, algo assim ou vai ou racha, eu chegava nela e perguntava, e aí mãe o que você acha? Acho isso, aquilo, aquilo outro. Ela me dizia um caminho a tomar, e trago essa reflexão para você, você quando criança provavelmente assim como eu, tinha uma relação muito próxima com a sua mãe ou talvez não, mas a maioria dos casos tinham uma relação muito próxima com a mãe, e ao longo dos anos nós vamos deixando isso passar, nós não conseguimos com a correria do dia a dia, você acaba virando pai, você acaba virando pai de família, você acaba perdendo essa relação de proximidade e até deixa de perguntar as coisas para ela. Quer dizer, aquele que antigamente chorava para ficar perto, hoje já não quer mais saber, não pergunta mais… Minha mãe eu continuo com uma relação muito próxima com ela, tá aí a foto dela aí, eu continuo com uma relação muito próxima com ela, está sempre em casa, a gente sempre conversa, briga, brigamos para cacete, brigamos muito, mas no final das contas cara, a sua mãe não é diferente da minha mãe, que não foi diferente da minha mãe, tá aqui a foto da minha vó. Minha vó também me ajudou a criar, a sua mãe não é diferente da minha, ela sempre vai querer o seu bem, o seu melhor. Enfim de cada quatro milhões de mãe, uma é maquiavélica, mas por algum motivo que veio da avó, bisavó, tataravó. O amor de mãe é um amor assim que não tem fronteiras, já vi até uma história e acredito que seja real depois eu fui pesquisar, de uma mãe que tirou um filho da boca do Jacaré, essa relação de mãe cara é muito forte, você sabe você ser amamentado por ela, estar no ventre dela todos vocês homens e mulheres saíram né dessa situação, tenho certeza que não foi de chocadeira. Então eu trago aqui a minha gratidão, meu agradecimento a minha mãe, a minha avó que me ajudou a criar, as minhas tias que também me ajudaram a criar, minha tia Antônia que me ajudou a criar e não deixou de ser minha mãe, hoje, a minha companheira Mônica, está aqui a foto dela com a minhas filhas, que não deixa de ser uma mãezona para mim também às vezes. A mãe do meu filho Lucas, todas as mães aí meu muito obrigado! Sem vocês eu não sei o que seria da minha vida, eu tenho certeza que todas as mães Brasil afora impactam a vida dos seus filhos de alguma forma, porque na hora que o bicho pega amigão, na hora que o bicho pega não tem amigo, não tem cunhado, não tem primo, não tem vizinho, não tem ninguém, é para o colo da mãe que você vai correr. Então parabéns aí pelo Dia das Mães, desejo para todas as mães de todos os lugares do Brasil e do mundo, que vocês continuem proliferando amor, que vocês continuem centuplicando amor, porque o amor de mãe, se você não sabe o que é amor, o amor de mãe é o amor mais singelo, mais verdadeiro, mais honesto que há no mundo. Não existe amor maior que amor de mãe.

Parabéns mãe, parabéns vó onde quer que você esteja, parabéns a todas as mães aí, parabéns mãe da Maria Eduarda, da Melissa, Mônica. Eu amo todas vocês! Obrigado, obrigado,obrigado! Curtiu esse vídeo?

Curte, comenta, compartilha, manda para sua mãe, manda para sua sogra, manda para sua sogra, ela é sua mãe também, um abraço a minha sogra também, quase ia esquecer dela ia, não ia pagar o almoço no final de semana! Manda para todas as mães aí que continuem disseminando o amor por que só o amor de mãe constrói esse mundo.

Um abraço a todos!

O céu é o meu limite!