Se dar a oportunidade de trabalhar como coach, é sem dúvidas, um sólido caminho profissional, que vem crescendo e muito nos últimos anos.

E não para de crescer, principalmente para aqueles que encontram nichos de mercado, trabalham bem sua marca pessoal, e continuamente se atualizam em relação a técnicas e ferramentas novas.

Mas, do que adianta construir uma carreira brilhante como coach se você não tiver cuidado do ponto mais importante: abrir sua empresa!

Você tem dúvidas sobre esse processo? Continue lendo!

Por que abrir uma empresa de coach?

Cabe dizer, em primeiro lugar que você não é obrigado a abrir uma empresa para trabalhar como coach, você pode atender seus clientes e entregar  seus recibos.

Porém o melhor é abrir uma empresa, e atuar como pessoa jurídica. Assim você pode trabalhar de forma legalizada e pagar menos impostos!

Sem contar na facilidade de acesso as linhas de créditos e a oportunidade de oferecer serviços com a emissão de Nf-e.

Formalização para trabalhar como coach

Se essa é realmente a carreira que você quer seguir, você deve sim abrir sua empresa! Abaixo algumas dicas para seguir este processo com total segurança!

  • Consulte um contador

Este sempre deve ser o primeiro passo!

Vale lembrar que existem especialistas na abertura de empresas para COACH, esses profissionais iram ajuda-lo a passar por toda a parte burocratica e identificar as melhores oportunidades de enquadramento fiscal e tributário

  • Escolha o tipo de empresa e o CNAE

Com a ajuda de um contador, as primeiras decisões que você deverá tomar é referente ao CNAE (CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS).

Existem diferentes possibilidades de enquadramento para quem quer trabalhar como coach, então sente e decida calmamente com seu contador qual o melhor caminho a seguir.

  • Defina seu local de atuação

Profissionalizando-se como coach, você precisará ter o seu lugar, um bom lugar para atender seus clientes, e de preferencia, esse lugar não deve ser a sua casa.

O ideal é procurar opções de locação de salas sob demanda, uma vez que, no inicio sua demanda será um pouco menor. Além disso, você precisará de um endereço fiscal e comercial, para a abertura da sua empresa. Recomendamos para negócios sem funcionários, e sem necessidade de sede física permanente, buscar quem sabe um escritório virtual, que além de economia, cumpre todas as exigências de alvarás e licenças.

  • Certifique-se de todas as exigências do seu Município

Agora que falamos de licenças, é importante que saiba que cada municipio possui sua propria legislação.

Mais uma ves, o contador sera peça principal, para esta verificação, certificar-se de que esta cumprindo com todas as exigências do seu municipio, evitará uma grnade dor de cabeça ao longo dos anos.

  • Foco total no seu plano de negócios

Depois de cumprir todos os passos acima, existe um elemento tão importante quanto o contador, o PLANO DE NEGÓCIOS, e não só montar o seu, mas manter-se fiel a ele.

O planejamento é peça fundamental para os empreendedores, e para que sua empresa seja um sucesso, você deve traçar bem seus objetivos e metas.

E agora?

Já sente-se pronto para iniciar seu negócio?

Então esté é o momento de baixar nosso e-book sobre empresas de coach, e conhecer mais sobre o trabalho incrivel que a São Lucas vem fazendo para esses profissionais!

Tudo totalmente gratuito!

https://conteudo.saolucasassessoria.com.br/como-abrir-uma-empresa-para-coach-e-palestrante

E aí pessoal, tudo em paz por aí?

Vocês sabem o que é Dropshipping? Não?!

Hoje estou compartilhando com vocês um artigo muito legal que eu li. Minha intenção é te mostrar tudo sobre dropshipping 

Se vocês querem empreender com sucesso, vale muito a pena a leitura!

Espero que Gostem…

Leandro Bueno Contador

O que é Dropshipping na prática

por Netify

Compreender o que é Dropshipping é apenas o ponto de partida para donos de e-commerces que estão em dúvida se esta é uma boa alternativa de vendas na internet. 

Mas, antes de pensar em investir em um Dropshipping, é necessário analisar em profundidade os aspectos deste conceito, a fim de ter certeza de que seu uso é benéfico para o negócio.

No Google Trends, você pode ver que o interesse nesse modelo vem crescendo em todo o mundo:

image - O que é Dropshipping na Prática? Vale a pena investir nesta modalidade de e-commerce? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

neste artigo saberá tudo o que precisa para ficar de olho nessa oportunidade de negócio e evitar erros graves que possam prejudicar seu empreendimento.

O que é dropshipping?

Geralmente, o dropshipping é voltado para mercados individuais, e-commerces e empreendedores. É um processo que consiste em receber pedidos de vendas on-line e encaminhá-los ao fornecedor, ou seja, ao parceiro de dropship, que, por sua vez, envia o produto ao cliente em nome de sua empresa.

Como resultado, você não precisa manipular ou ter acesso ao produto, você só faz a intermediação da venda. 

O lucro desse processo vem da diferença de preço entre o valor divulgado na sua loja on-line e o valor cobrado pelo parceiro dropshipping.

Como funciona o Dropshipping

Em geral, é um processo relativamente simples, como mostrado na imagem abaixo:

Diagrama do Processo de Trabalho de Dropshipping

Acompanhe as etapas passo-a-passo

Etapa 1: um visitante chega à sua loja on-line e faz uma compra.

Etapa 2: você recebe o pedido de venda e passa manualmente ou automaticamente essas informações para seu parceiro de dropshipping.

Etapa 3: seu parceiro é responsável por classificar os pedidos e enviá-los diretamente ao seu cliente.

Simples assim!

Confira nossos serviços 1 - O que é Dropshipping na Prática? Vale a pena investir nesta modalidade de e-commerce? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

Benefícios do uso de Dropshipping no seu negócio

Há muitos benefícios em usar o dropshipping para vender na internet. Abaixo listamos os principais:

Menos despesas: sem ter que investir no estoque de produtos, você pode começar um negócio bem-sucedido de dropshipping com pouco dinheiro.

Poucos custos fixos: Como você não precisa lidar com a compra e o gerenciamento do catálogo e do estoque, os custos fixos são bastante baixos. Na verdade, em todo o mundo, muitas empresas de dropshipping de sucesso operam a partir de um escritório em casa com um laptop gastando menos de US $ 100 por mês. À medida que crescem, esses custos tendem a aumentar, mas permanecem baixos em comparação com os de uma empresa tradicional.

Flexibilidade: Um negócio de dropshipping permite operar virtualmente de qualquer lugar, basta ter uma conexão com a internet. Desde que você consiga se comunicar com fornecedores e clientes, você poderá facilmente operacionalizar e gerenciar seus negócios.

Variedade de produtos: Como você não precisa comprar itens com antecedência para vender, você pode oferecer uma ampla variedade de produtos para seus clientes e aumentar o catálogo de acordo com suas necessidades desde que seu fornecedor de dropshipping tenha os itens em estoque.

Nenhum trabalho dobrado: Com um negócio tradicional, se você receber três vezes mais pedidos do que o habitual, geralmente isso exige o triplo do trabalho, podendo onerar – e muito – a sua operação. Tendo fornecedores de dropshipping, a parte do processamento de pedidos será feita por eles, permitindo que seu negócio se expanda com menos despesas e menos trabalho, então será quase o mesmo se você vender 5 ou 500 produtos.

Mas, como em tudo na vida, nem tudo são flores…

Confira as Desvantagens do Dropshipping

Algumas das desvantagens mais notáveis ​​desse modelo de negócios incluem:

Alta competição: Um dos maiores desafios é que você não pode se destacar da multidão, já que o dropshipping não permite que você tenha variedades exclusivas de produtos. Você terá grande concorrência entre as pessoas que também usam esse meio para venda.

Margens baixas: Outra grande desvantagem é a baixa margem, já que geralmente com dropshipping seu lucro será em torno de 20%. É por isso que, por mais tentador que seja, é preciso tomar cuidado para não cair na besteira de vender produtos a preços exorbitantes para obter lucros maiores – muitos empresários tentam esta tática kamikaze, tentando vender com preços superiores ao mercado e acabam sem nenhum sucesso. 

É preciso levar em conta a alta competição. E mais, ter margens baixas significa ter que vender um volume significativo para obter benefícios consideráveis.

Catálogo de sincronização (não disponível): Se você tem todos os produtos que você vende em estoque, é relativamente fácil controlar quais itens estão disponíveis ou não. Mas quando você está trabalhando com produtos de terceiros, embora haja maneiras de melhorar a sincronização do catálogo de sua loja com seus fornecedores, essas soluções nem sempre funcionam perfeitamente e os provedores nem sempre têm a tecnologia de que precisam. Como você está confiando o catálogo a alguém, pode haver momentos em que uma solicitação de remessa é passada para o dropshipping e o produto já foi vendido. O efeito disso é muito grande, pois acaba refletindo no prazo de entrega e causando outros danos.

Confira o Passo a passo para garantir que o Dropshipping funcione perfeitamente

eCommerce: O que é dropshipping e como funciona na prática?

Para se destacar da concorrência e garantir o sucesso com este modelo de vendas, você deve seguir alguns passos indispensáveis. Confira:

1. Escolha produtos para enviar via dropshipping

Depois de escolher um parceiro de dropshipping, confira os produtos oferecidos e veja se há algum comentário sobre a reputação do mesmo,antes de oferecer o produto a seus clientes.

2. Tente produtos de acordo com o calendário

Experimente produtos que você acha que estão em alta no momento. Por exemplo, estamos no inverno, então você pode experimentar vender blusas e bonés e toucas. Já, durante o verão, você pode experimentar vender roupas de ginástica, tênis importado ou biquínis, sungas e maiôs. A vantagem é que você pode ousar e ser eclético de acordo com as necessidades do negócio.

3. Pergunte aos seus clientes que visão eles têm do seu negócio.

Depois de um tempo de operação, comunique-se com seus clientes e peça feedback. Pergunte a eles o que acham de um produto antes de lançá-lo. Tente também, fazer algumas perguntas relacionadas ao produto após a compra. 

Faça pesquisas através de redes sociais.

Depois de escolher um produto para experimentar e estiver tudo pronto com o dropshipper de sua escolha, é hora de começar a vender. Depois de publicar os produtos em sua loja, concentre-se em vender muito usando táticas de marketing bem-feitas, para atrair tráfego para sua loja online para se destacar.

Conclusão sobre o uso de Dropshipping

O dropshipping é o caminho para o sucesso instantâneo no e-commerce? 

Claro que não. 

Como qualquer loja on-line bem-sucedida, você deve investir tempo em um site que ofereça boa experiência, além de estratégias de marketing para atrair tráfego para o seu site e atendimento ao cliente.

Mas, sim, usar o dropshipping é uma maneira fácil de vender, sem ter que gastar em muitos processos.

E eu, Leandro Bueno Contador… Onde posso te ajudar?

Este artigo da Nestify é foda né… Curti tanto que trouxe pra vocês….

Mas, eu quero destacar a importância de você ter um contador especializado em contabilidade para comércio, seja para abrir uma loja física, um e-commerce tradicional ou dropshipping. 

O contador é o cara que vai te ajudar a reduzir as despesas com carga tributária, além de gerar dados contábeis de toda sua operação comercial e financeira, para que você possa ter um overview do negócio, tomar as melhores decisões e ser dono de um negócio muito lucrativo. 

Faz sentido isso pra você?

Eu sou o contador que vai te ajudar a aumentar a lucratividade da sua loja, além de te ajudar a pagar menos impostos.

Quer saber como? 

Meu WhatsApp está abaixo…

FmJnPyKs2gNkkXzBfsnjHeFgZcevgpMb1opMUkBB4W8ddciIIqgQIANUQRfbLzpV11Ca6iN2MkN18es q7Zd6OgD0knBDSG01F0J1AoHdge1IhucxWXNi4rlD faCA - O que é Dropshipping na Prática? Vale a pena investir nesta modalidade de e-commerce? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP


Ah, já ia esquecendo… Quer várias dicas “fodásticas” sobre negócios e empreendedorismo de sucesso? Então, curte o meu canal do Youtube… te espero lá…

F7IxIl0W47AXc53Cq7qKpjHe0uhSHodrA5CRAcjf0vnWjXbNr7WREetcZE3L6AeuG 1G 4hScXII3VIi4 sfOShLlb2fvGQEMrLWjVLb Q TgFBijlIel uNuinUuXyl2eGETlY - O que é Dropshipping na Prática? Vale a pena investir nesta modalidade de e-commerce? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

Muita gente acredita que sabe o que é gestão financeira.

Porém, na hora de administrar uma empresa, acaba cometendo erros básicos que podem resultar em problemas diversos.

São muitas as análises que a empresa precisa fazer e acompanhar para que não se saiba apenas o que é gestão financeira, mas como tirar o melhor proveito dela e evitar alguns erros.

Por isso nesse post o Leandro dará a vocês a DICA DE 1 MILHÃO DE DÓLARES!

Seja qual for a sua empresa, qual for a sua atividade, ou o seu local na empresa, sua mente precisa estar sempre preparada para qualquer situação.

Ou seja, quando não estamos preparados mentalmente, acabamos nos abalando por qualquer coisa.

Abra sua empresa - Mente Empreendedora: Você esta preparado para mudanças? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

E isso no mundo dos negócios, não é algo que possa passar em branco.

Em algum momento você pode ter problemas e precisar resolve-los de de forma adequada, e que não te frustre a ponto de querer desistir.

Para que isso não aconteça, você precisa ter uma Mentalidade Empreendedora preparada para esse tipo de mudança.

Ou seja, é exatamente aí que entra a importância da Mentre Empreendedora.

Que tal aprender a desenvolver sua Mente Empreendedora?

De uma forma fácil e que, com toda a certeza, será um dos pontos mais importantes na hora de montar o seu próprio negócio, ou mante-lo no caminho certo.

Vem saber como fazer isso:

E não é que fomos surpreendidos novamente?

E-Social, sistema unificado do governo com informações sobre os trabalhadores, será substituído em janeiro por uma nova plataforma, que promete facilitar de verdade a vida do empresário.

Trabalho, Rogério Marinho, adicionando que até lá o E-Social terá as exigências praticamente cortadas pela metade.

Confira nossos serviços - O eSOCIAL VAI ACABAR? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

Ai você pensa:

Logo agora? logo quando estávamos nos acostumando com ele?

Pois é, mas como disseram que o eSocial facilitaria nossa vida, e o que ocorreu foi bem o contrário, será que podemos confiar dessa vez?

O Leandro fez um vídeo falando sobre,vem saber:

Portanto, em resumo, não sabemos o que será de nossas vidas com esse novo sistema.

Bom, vamos aguardar cenas dos próximos capítulos.

E aí beleza? Você vem sempre por aqui? Hehehe

Não importa se você “caiu de paraquedas”, ou “veio por pesquisar palavras-chaves no Google”, estou aqui para te ajudar! Pois, essa é a minha missão! Trasformar a vida de empreendedores através da consultoria contábil!  

E hoje, quero te fazer algumas perguntas básicas, porem, ESSENCIAIS 

Você quer abrir um e-commerce?

Quer ter uma loja virtual?

Quer vender pela internet?

Você sabe que toda essa questão da tributação no comércio eletrônico pode ser uma grande dor de cabeça, e se você não se atentar, rapidamente você pode pagar muito mais do que deveria… e claro, você, nem ninguém deseja isso!

Pagar mais? De jeito nenhum!

Por isso que o contador especializado em contabilidade para e-commerce é um parceiro indispensável para o sucesso nos seus negócios. E, é  sobre esse assunto que vou “teclar” contigo hoje!

abertura de empresa - Como funciona a tributação para o e-commerce? - Contabilidade em São Bernardo do Campo - SP

Tributação para o e-commerce…

O e-commerce em vista de outros tipos de negócios, ainda é uma modalidade nova, que aqui no Brasil vem ganhando força ano após ano. 

Inclusive, sobre esse assunto, de acordo com a Ebit/Nielsen, em 2018 o faturamento chegou a 53,2 bilhões de reais, com crescimento de 12%. 

Assim sendo, é comum que muitos empreendedores estejam sempre investigando melhor, como transformar sua loja ou empresa física, em uma modalidade mais atual e dinâmica, através do e-commerce.

E pensando em esclarecer alguns pontos de suma importância, decidi fazer essa abordagem, de como potencializar seus negócios, por meio do e-commerce, entendendo melhor sobre o sistema de tributação, combinado?

Pronto para “decolar” nessas descobertas, junto comigo?

Então vem!

Tipos de regime tributário para e-commerce

Os regimes tributários, visam que a empresa pague impostos para controle fiscal, desta forma gerando alguns benefícios tributários.

Existem 3 tipos de regime que o e-commerce pode ser enquadrado, são eles:

  • Simples Nacional – é como se fosse o seu marketing place, todos os impostos em uma única guia.
  • Lucro Real – é aquela plataforma única e viril, mas que precisa tomar muito cuidado com o SPAM (lê-se fisco) pois eles estão a todo momento “acessando a sua plataforma”.
  • Lucro Presumido – é como se fosse a junção dos dois modelos, não é tão simples, porém nem tão complicado, mas também recebe visitas em sua plataforma indesejada, e deve-se ficar atento aos cadastros básicos de  produtos, os famigerados NCM para comercio eletrônico, a namorada seletiva, que determina o valor  a ser investido no lucro total do empreendedor…

Estou apenas criando situações animadas, para você entender melhor… mas, nos contextos mais técnicos, funciona assim:

  • Simples nacional envolve a aplicação de imposto de 4 a 11.93% sobre o valor total do lucro, mas somente ME’s com faturamento de no máximo 4,8 milhões por ano, é que podem estar enquadradas neste perfil. Muito embora, nos casos de e-commerce, essa alíquota é aumentada, chegando a ser cobrada por esse mercado, entre 16,93% a 22,45%.
  • Já no lucro presumido, a alíquota é determinada, independente se você fez menos ou mais em vendas em determinado mês, ou seja, se a escolha for por este tipo de regime, a alíquota incidirá, mesmo se você ficar com o prejuízo.
  • E no lucro real, a alíquota varia também, mas é cobrada sobre o valor real das vendas. Podendo haver alguns benefícios e créditos fiscais.

Dessa forma, em muitos e muitos casos, o lucro presumido e o lucro real são os mais indicados para empresas de e-commerce no Brasil. 

Compreendido até aqui?

E quais os outros impostos que um e-commerce paga?

De forma geral, sobre todas as vendas, haverá pagamentos de:

  • ICMS substituto variando de alíquotas conforme cada estado.
  • COFINS sendo 3% no presumido e 7,6% no Real.
  • PIS sobre faturamento da loja sendo 0,65% no presumido, 1,65% no REAL.
  • IRPJ a alíquota é de 15% em ambos os casos e a base de cálculo no REAL é o lucro efetivo somando-se ou subtraindo-se as adições e exclusões da base, e no presumido, a base é de 8%.
  • Contribuição social sobre o lucro líquido que deve ser calculado sobre os resultados operacionais do e-commerce e a alíquota é de 9% em ambos os casos e a base de cálculo no REAL é o lucro efetivo somando-se ou subtraindo-se as adições e exclusões da base, e no presumido, a base é de 8%. 
  • IPI – nos casos quando a loja for fabricante ou importadora das mercadorias comercializadas.
  • DAS, imposto para e-commerce no simples nacional.

Agora ficou bem mais claro, não foi?

Então vem falar comigo!

QUERO ABRIR UM E-COMMERCE