5 Dicas para uma aposentadoria tranquila

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Após anos de prestação de serviço para uma empresa, finalmente, chega o tão sonhado momento da aposentadoria. Mas, se você quer evitar transtornos na hora de requerer a aposentadoria no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é preciso ficar atento a algumas dicas simples ainda durante a vida profissional e que facilitam a concessão do benefício.

Antes de tudo, é indispensável que você verifique as suas contribuições. Ou seja, solicite o Cadastro Nacional de Informações Sociais, CNIS, para verificar se todas as contribuições estão sendo repassadas pela organização na qual trabalha ao INSS. Como esse procedimento é burocrático, você pode buscar ajuda de um advogado para que este analise e confira se todas as contribuições anuais estão corretas. Lembre-se de deixar guardado esse documento.

Aliás, é preciso programar o primeiro atendimento através do site do INSS ou pelo telefone 135. Depois da primeira avaliação do CNIS, você receberá uma senha, fornecida pelo INSS, para consultar o extrato sempre que necessitar. No caso de profissionais que são correntistas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, estes podem verificar o CNIS através de seus bancos.

Nossa especialista em Direito Previdenciário Carla Clemente, revelou para nós 5 dicas dicas incriveis para que você se aposente com tranquilidade.

  1. Verifique se os dados do CNIS estão corretos. Todos os vínculos empregatícios devem constar no documento e o valor que recebe de salário também. Isso porque, em alguns casos, algumas empresas não repassam todas as contribuições ao INSS.
  2. Cuidar da carteira de trabalho também é essencial. Deixe guardado em uma pastinha todas as utilizadas no decorrer dos anos de trabalho. Ela é importante para que o INSS verifique todos os vínculos empregatícios ao longo dos anos. Os holerites também devem ser arquivados para comprovar o salário recebido
  3. .Arquive o PPP (Perfil Profissiográfico Profissional), pois é a garantia de uma aposentadoria especial em decorrência de ter trabalhado em serviços desgastantes, exaustivos ou prejudiciais à saúde. Sem esse documento o profissional não consegue obter a concessão desse benefício
  4. .Trabalhadores autônomos e empresários devem redobrar os cuidados precisam arquivar os comprovantes de contribuição à Previdência e no momento de solicitar a aposentadoria, deve mostrar todas as guias e carnês de recolhimento.
  5. Para obter os documentos de solicitação da aposentadoria, é preciso acessar ao site do INSS. Na guia destinada aos agendamentos, existe a relação de todos os documentos necessários. No mesmo site, também é possível fazer uma simulação do cálculo da renda mensal.

Se ainda te resta alguma duvida, manda um e-mail para nós, que a Carla prontamente ira ajuda-lo nesse processo.

 

Classificar post

Acesse minhas redes sociais:

São Lucas

São Lucas

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Empresa

Ajudamos empresários, gestores financeiros, gestores de RH, a resolverem seus problemas contábeis, fiscais e trabalhistas através de uma consultoria contábil customizada para o seu negócio.

Posts Recentes

Siga-nos

Vídeo

Cadastre-se na nossa Newsletter

Não se preocupe não enviamos spam!

Recomendado só para você!
Nos últimos tempos, o governo vem buscando modernizar suas rotinas…