Modelos de e-commerce – Qual escolher?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Modelos de e-commerce – Qual escolher?

A Simples Escolha Do Modelo De E-Commerce Correto Para Sua Loja Virtual Impacta Diretamente em 80% Do Seu Sucesso!

Entenda como uma visão simples sobre esse complexo mercado é capaz de fazer com que você escolha a melhor opção dentro os modelos de e-commerce possíveis!

É normal, e até esperado, que compliquemos coisas simples – por puro desconhecimento ou despreparo…

Você mesmo pode validar essa hipótese. Pense bem, você, como comerciante ou futuro comerciante, antes de se aprofundar em vendas não tinha uma concepção clara de como gerir um negócio.

É claro que a lógica é sempre simples para quem compra:

“Eu pago e recebo o produto!”

Mas, para quem vende, o buraco é mais embaixo, pois, é preciso:

  • Precificar, mas para isso têm que ser analisadas as suas despesas;
  • Gerir estoque, mas para isso tem que negociar com fornecedores;
  • Pagar impostos, mas para isso é necessário estar em regularidade com a Receita Federal.

Entenda, o que antes era complexo, aos poucos se torna mais simples – porém, não mais fácil, importante ressaltar, você precisa manter-se esforçado e focado em suas tarefas!

E o mesmo acontece com o mercado digital!

Pense bem, se virmos a vastidão de requisitos que devem ser analisados para o sucesso, é necessário um dicionário…

  • Servidor VPN, VPS;
  • DNS;
  • Backend, Frontend;
  • CMS;
  • Google Ads, Facebook Ads;
  • Pixel de Conversão;
  • Analytics;
  • Meta tags…

Bom, é coisa para caramba!

Mas, vamos simplificar tudo isso para você com um exemplo muito claro, que te ajudará a escolher o melhor dentre os modelos de e-commerce disponíveis.

A internet é como um colossal shopping!

Para entender os modelos de e-commerce é preciso ter uma boa infraestrutura

Sim, isso mesmo, imagine a internet como um shopping colossal, onde cada site (DNS) é uma loja:

  • Existem lojas grandes, que suportam mais visitantes, sem comprometer a operação dos seus vendedores – o que chamamos de sites com servidores dedicados;
  • Existem redes de lojas grandes, que conseguem atender ainda mais consumidores, todas com a mesma marca ou com marcas diferentes – que são redes de servidores dedicados; e
  • Existem as lojas menores que dividem espaço com outras lojas dentro de um mesmo espaço (os boxes) – que no caso são os servidores compartilhados.

Para entender os modelos de e-commerce é preciso cuidar da sua fachada

Entendida a sua capacidade de atendimento, chega a hora de dar uma roupagem atraente à sua loja – afinal, ninguém entra em loja capenga dentro de um shopping com tantas opções atraentes!

Desse modo, chega a hora de cuidar do design do seu site (frontend), que é responsável por manter ou afastar as pessoas da sua loja virtual de vez!

Para entender os modelos de e-commerce é preciso ter processos ágeis

Com uma estrutura bacana, com uma vitrine legal, chega a hora de deixar o seu atendimento muito bem organizado.

Powered by Rock Convert

E para isso é necessário cuidar da programação de como será realizado (backend).

Por exemplo, se uma pessoa clicar em comprar, ela vai para a página de compra ou para o carrinho?

Existe alguma formatação que faça aparecer os destaques ou produtos mais vistos por aquele usuário na sua área logada – ou tem como criar uma área logada exclusiva para ele?

Tudo isso o backend pode resolver!

Bom, tanto para o frontend – o design da página – quanto para o backend – a programação – existem modelos de e-commerce mais baratos, que utilizam CMS (Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo), mas que te limitam muito, ou você pode optar por modelos de e-commerce mais caros, contratando um desenvolvedor ou equipe de desenvolvedores, que te proporcionam maior liberdade para fazer o quiser – e for possível.

Para entender os modelos de e-commerce é preciso ser bem recomendado pelos guias

Com a loja virtual funcionando, é preciso ser encontrado pelos seus clientes e, para isso, você pode distribuir panfletos pelas redes sociais ou então contratar vários robôs que distribuam seus panfletos só para que for interessado por produtos como os seus.

Existe também a opção de aparecer no catálogo principal deste shopping, mas, para isso, existem duas formas:

  • Pagando, que é o que chamados de links patrocinados (os resultados que aparecem como anúncio no Google); ou
  • Sendo bem falado e, para isso, é preciso que você tenha tanto uma fachada bacana (frontend) quanto uma operação bem estrutura e sem bagunça (backend).

Para entender os modelos de e-commerce é preciso contar com uma contabilidade especializada

Por fim, a escolha do melhor, entre os modelos de e-commerce, fica com você, mas você já deve ter em mente que alto desempenho necessita de alto investimento.

Sendo assim, para te ajudar a organizar as suas contas para que você invista no sucesso da sua loja virtual, conte conosco, da São Lucas Assessoria!

Essa simples escolha entre servidor, desenvolvimento, anúncio e segmentação impactam diretamente em 80% do seu sucesso, pois determinando quantas pessoas entrarão em contato com você… 

Os outros 20% são referentes à sua operação offline: 

  • Frete;
  • Estoque;
  • Precificação.

Questões que uma contabilidade especializada tem maestria em te ajudar!

Para saber mais do que podemos fazer por você, acesse: Contabilidade para E-commerce.

Acesse minhas redes sociais:

admin@dpg

admin@dpg

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Empresa

Ajudamos empresários, gestores financeiros, gestores de RH, a resolverem seus problemas contábeis, fiscais e trabalhistas através de uma consultoria contábil customizada para o seu negócio.

Posts Recentes

Siga-nos

Vídeo

Cadastre-se na nossa Newsletter

Não se preocupe não enviamos spam!

Recomendado só para você!
O PRESIDENTE DA MESA DO CONGRESSO NACIONAL, cumprindo o que…